Profissionais da UPA de Vitória da Conquista participam de mais uma capacitação

 

 

As infecções relacionadas à assistência à saúde continuam a se apresentar como um grave problema de saúde pública, aumentando a morbidade e a mortalidade entre os pacientes.

Com o olhar voltado para a prevenção de doenças,  a direção da  Unidade de Pronto Atendimento de Vitória da Conquista (UPA), através da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar está   desenvolvendo várias atividades preventivas com o objetivo de aperfeiçoar a segurança dos pacientes e reduzir os riscos nos serviços de saúde.

Nesta quarta-feira, 28, a coordenadora da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar, Liliana Prado, promoveu um treinamento destacando que  Técnicas Básicas de Higienização Hospitalar é  uma das mais simples atitudes para evitar a propagação de infecções no ambiente hospitalar.

Liliana Prado abordou temas importantes como a  Desinfecção –  Processo físico ou químico que tem o objetivo de destruir microrganismos patogênicos de superfícies, através do uso de solução desinfetante e   Higienização das Mãos – Uma medida individual prioritária de maior impacto e comprovada eficácia na prevenção das infecções, uma vez que impede a transmissão cruzada de microrganismos e o risco ao paciente, todos os profissionais que trabalham em serviço de saúde, que mantém contato direto ou indireto, que atuam na manipulação dos medicamentos, alimentos e material estéril ou contaminado, devem higienizar as mãos.

“Reunimos profissionais da unidade  para reforçar a importância das técnicas de higienização aqui na UPA e várias medidas podem e devem ser usadas para evitar a propagação de doenças. A higienização das mãos, por exemplo, é uma medida simples e eficaz. É necessário destacar  a importância de lavar as mãos antes e após qualquer procedimento; além disso, é preciso também  orientar os acompanhantes e familiares”.

São por meio dessas ações que a UPA de  Vitória da Conquista  promove o cuidado com o paciente e funcionários. As ações de prevenção e controle de infecção na unidade,  são constantes e seguem as condutas definidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e pelo Ministério da Saúde, por meio de protocolos, normas, rotinas, vigilância epidemiológica, higienização das mãos, entre outros.

Conheça algumas práticas em limpeza em ambientes hospitalares: Proceder a freqüente higienização das mãos; Não utilizar adornos (ex. anéis e pulseiras);  Manter unhas curtas e limpas; Manter cabelos presos; O uso de Equipamento de Proteção Individual (EPI) deve ser apropriado para a atividade a ser exercida; Todos os equipamentos deverão ser limpos a cada término da jornada de trabalho; entre outros.

Galeria de Fotos

Share Button
Onde nos encontrar?

Av. Luís Tarquínio Pontes, n° 2576 Edifício Vilas Business, Sala 503, Bairro: Buraquinho, Lauro de Freitas-Bahia, CEP: 42.709-190

E-MAIL exclusivo para IMPRENSA

ibdahcomunicacao@gmail.com

Horário de atendimento

De Segunda a Sexta: 07h às 17h

Siga-nos

© 2017 ibdah - Instituto Brasileiro de Desenvolvimento da Administração Hospitalar.