Hospital Regional Costa do Cacau está atento a FAKE NEWS e destaca nova ala para tratamento de pacientes com COVID 19

A escalada de crescimento do contágio do novo coronavírus (Covid-19) no Brasil está em uma linha ascendente e afeta todos Estados da Federação. Infelizmente, em meio a toda essa crise ainda existem pessoas que preferem criar o pânico e propagar notícias falsas. Vale destacar que o Brasil ainda não possui o crime de propagação de notícias falsas expresso no código penal, mas a divulgação delas pode ser considerado outros um crime como calúnia ou difamação.,

Diante disso, a direção do Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, está atenta, emitindo notas verídicas sobre os casos e adotando todas a medidas técnicas orientadas para o enfrentamento do Covid-19, desde o início da pandemia da doença no Brasil.

O diretor assistencial da unidade, Almir Gonçalves, pede o apoio da população para que se evite a propagação de Fake News, (notícias falsas), que pode gerar pânico e induzir a sociedade a graves erros. “Antes de compartilharem informações, verifiquem se há veracidade e se a informação que você está repassando nos grupos vai contribuir de maneira positiva para quem vai receber”.

NOVA ALA NO HRRCC\COVID 19 – Desde o início das ações sobre estrutura de atendimento para portadores do novo coronavírus (Covid-19) na região sul da Bahia, o Governo do Estado e a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) se empenharam e não mediram esforços para oferecer uma unidade de referência para esses pacientes, com o objetivo de evitar infecção cruzada. Algumas possibilidades foram sinalizadas e mudaram ao longo do tempo. Continuam trabalhando firmes na tentativa de disponibilizar unidades exclusivas para o tratamento do Covid-19.

Para não deixar a população regional desassistida, o governador Rui Costa determinou a preparação de uma ala do Hospital Regional Costa do Cacau para tratamento do Covid-19.

De acordo com o médico Almir Gonçalves, diretor assistencial do HRCC, serão ofertados para a população 30 leitos de terapia intensiva e 28 leitos de enfermaria para o novo coronavírus.

O diretor assistencial deixa claro que a população não vai perder leitos dentro da estrutura da unidade. “Esses leitos que serão utilizados com o objetivo de atender pacientes do Covid-19, eram os leitos voltados para cirurgias eletivas. Portanto, em nossa assistência continuaremos a ofertar atendimentos essenciais, de urgência e emergência, para portadores de outras patologias”, disse.

Almir Gonçalves destaca que o mais adequado no tratamento do novo coronavírus, é que aconteça em unidades separadas. Por esse motivo, o HRCC passa a funcionar como dois hospitais independentes no mesmo endereço. “Nosso maior receio é que pessoas que não tenham o vírus se contaminem. Pacientes, por exemplo, que precisem de outros procedimentos deixem de ser internados, devido aos leitos estarem ocupados por portadores do Covid-19. Infectados com o novo coronavírus ficarão em isolamento em um outro local específico para seu atendimento, e assim vamos evitar riscos de contaminação cruzada”, esclareceu.

Gonçalves reforça que na prática, o HRCC será dois hospitais, um exclusivo para tratamento do Covid-19. “Todo o fluxo de pacientes, toda equipe assistencial, todos que forem lidar com essa situação, nós teremos um outro espaço de circulação, outro ambiente de alimentação, outro local de vestuário, vão ser fluxos totalmente separados, com o intuito de prevenir a infecção cruzada.

Galeria de Fotos

Share Button
Onde nos encontrar?

Av. Luís Tarquínio Pontes, n° 2576 Edifício Vilas Business, Sala 503, Bairro: Buraquinho, Lauro de Freitas-Bahia, CEP: 42.709-190

E-MAIL: 

institucional@ibdah.org.br

Horário de atendimento

De Segunda a Sexta: 07h às 17h

Siga-nos

© 2017 ibdah - Instituto Brasileiro de Desenvolvimento da Administração Hospitalar.