Equipe do Hospital 2 de Julho orienta como prevenir e tratar a tuberculose

 

Nesta terça-feira, 10, profissionais do  Hospital 2 de Julho desenvolveram ações de orientação e alerta com    pacientes e  acompanhantes, sobre prevenção, contágio e tratamento da tuberculose,  doença que afeta milhares de pessoas todos os anos no Brasil.

A assistente social,  Angélica Nascimento,  lembrou  que o tratamento é feito gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e é plenamente eficaz na recuperação do paciente.

“O diagnóstico precoce é a essencial para evitar o agravamento dos sintomas, a contaminação de outros pacientes e até o óbito. Por isso sempre que alguém apresenta uma tosse persistente por mais de três semanas, deve procurar unidade de saúde para avaliação. O tratamento da doença dura seis meses e não pode ser abandonado. É essencial que o paciente seja acompanhado por uma equipe multiprofissional formada por médicos, enfermeiros e assistentes sociais”.

Paula Marinho membro da Comissão de Humanização avaliou a ação como positiva.

“Orientar as pessoas sobre a prevenção de doenças e´ muito interessante e aproveitar o momento que o pacientes estão aguardando atendimento foi uma estratégia bacana, visto que, todos ficaram atentos e com certeza, irão multiplicar os conhecimentos adquiridos hoje aqui. E trazer também a música para o ambiente hospitalar contribuiu com que o ambiente ficasse mais alegre, todos estão de parabéns”.

Entenda- A tuberculose é uma doença infecciosa e transmissível que afeta prioritariamente os pulmões. Anualmente, de acordo com a Organização Mundial de Saúde, são notificados  milhões de novos casos em todo o mundo, levando mais de um milhão de pessoas a óbito. No Brasil, de acordo com o Ministério da Saúde, a cada ano, são notificados aproximadamente 70 mil casos novos de tuberculose.

A tuberculose é uma doença muito grave, mas é curável. Se o diagnóstico é rápido, a chance de cura pode chegar a 95%. Para isso, a adesão ao tratamento de no mínimo seis meses é fundamental. Exames e, principalmente, medicamento sem interrupção.

A direção da unidade contou com a participação dos membros da Comissão de humanização: Paula Marinho, Robenilson dos Santos, Fernanda França, Vanderlan Almeida, Paloma Carvalho Nutricionista, Angélica Nascimento, Priscila Almeida, Laís Cerqueira, entre outros.

 

 

Galeria de Fotos

Share Button
Onde nos encontrar?

Av. Luís Tarquínio Pontes, n° 2576 Edifício Vilas Business, Sala 503, Bairro: Buraquinho, Lauro de Freitas-Bahia, CEP: 42.709-190

E-MAIL: 

institucional@ibdah.org.br

Horário de atendimento

De Segunda a Sexta: 07h às 17h

Siga-nos

© 2017 ibdah - Instituto Brasileiro de Desenvolvimento da Administração Hospitalar.