Humanização é destaque no Hospital Manoel Victorino

 

O Hospital Manoel Victorino, unidade do Sus, do estado da Bahia, possui um trabalho focado na humanização, acolhendo e  orientando  os pacientes, direcionando-os aos consultórios e setores do seu interesse.

Além do Projeto Sala de Espera, onde a equipe do Serviço Social desenvolve ações de na assistência hospitalar, com propostas  definidas de melhorias do atendimento público à saúde, a política de humanização no hospital, através da comissão de humanização promove dinâmicas, orientações, visando deixar o ambiente hospitalar mais leve e menos angustiante.

Marcela de Araújo está acompanhando o pai, Genival Araújo, que foi regulado para a unidade há 2 dias. Ela garante que o Hospital Manoel Victorino é muito bom porque além de ter uma equipe de profissionais capacitados, os funcionários tem um cuidado especial.

“Estou acompanhando meu pai há dois dias e desde que chegamos estamos tendo um excelente acolhimento. Além de aqui ter uma equipe preparada, os técnicos, enfermeiros, pessoal de apoio são educados e trabalham felizes. Tive algumas dúvidas quando chegamos e prontamente foram esclarecidas. Esse modo dos profissionais se relacionarem com os pacientes e acompanhantes é muito bom e com certeza colabora com a melhora do paciente”, informou.

O aposentado Manuel de Jesus garante que o Hospital Manoel Victorino é diferenciado.

“Já estive em outros hospitais, inclusive particular, mas estou impressionado com esse. Precisava fazer uma cirurgia  no joelho e fui regulado  pra cá. Estou satisfeito, funcionários educados, param para nos ouvir. Tem umas meninas do serviço de fisioterapia que são pacientes e fazem um ótimo trabalho”.

Tauane Alencar membro da Comissão esclarece que muitas das ações promovidas no HMV objetivam acolher e amenizar momentos de tristeza  que alguns pacientes desenvolvem quando chegam ao hospital.

“Quando um paciente chega aqui, ele normalmente está com algum problema de saúde, podemos então deduzir  que ele está frágil e inseguro. A forma com que ele é recebido, desde o primeiro contato, faz toda a diferença! Buscamos tornar o processo de internamento mais leve e até mesmo, alegre. Tivemos pacientes aqui que no momento de alta hospitalar sinalizou que iria sentir saudades, isso é muito bom de se ouvir e certamente reforça nossa maneira de cuidar dos nossos pacientes”.

Tauane Alencar informa ainda que na unidade, os profissionais nas principais datas do calendário anual  realizam atividades visando interagir com os pacientes e acompanhantes.

“ No natal, dia dos pais, mães, São João, promovemos ações visando alegrar nossos pacientes; muitos gostariam de estar em casa com amigos e familiares, como não é possível, buscamos amenizar esse momento de ansiedade”, concluiu.

Conheça algumas diretrizes do atendimento humanizado:

e acordo com o Ministério da Saúde, a humanização deve permanecer como uma diretriz transversal que favorece: A troca e construção de saberes; o diálogo entre profissionais; o trabalho em equipe; e consideração às necessidades. A humanização da assistência, é o aumento do grau de co-responsabilidade na produção de saúde e das mudanças na cultura da atenção aos pacientes e gestão dos processos de trabalho.

 

 

Galeria de Fotos

Share Button
Onde nos encontrar?

Av. Luís Tarquínio Pontes, n° 2576 Edifício Vilas Business, Sala 503, Bairro: Buraquinho, Lauro de Freitas-Bahia, CEP: 42.709-190

E-MAIL: 

institucional@ibdah.org.br

Horário de atendimento

De Segunda a Sexta: 07h às 17h

Siga-nos

© 2017 ibdah - Instituto Brasileiro de Desenvolvimento da Administração Hospitalar.